A verdadeira história de Alice no País das Maravilhas

Yo!! Como vão vocês? Eu estou muito feliz pelo blog ter crescido, nossa meta esta quase completando então espero que você ajude seguindo :3 (não estou mendigado, só siga se gostar u-u). Hoje eu estava ouvindo a musica Alice Human Sacrifice e meu deu uma vontade de partilhar a verdadeira historia de Alice no pais das maravilhas espero que vocês gostem e para deixar a postagem mais divertida vocês poderia ler ouvindo essa música.


A história de Alice é, na realidade, triste. Lembrem-se que os grandes contos de fadas são de outra época, a realidade era diferente e os valores extremamente conservadores. Então, ter uma filha esquizofrênica era considerado uma aberração, um crime. Os pais de Alice decidiram deixa-la em um sanatório, e ela permanecia, na maior parte do tempo, dopada. Quando não estava sob efeito de remédios, era violentada pelos funcionários. A menina tinha apenas 11 anos.

Cada um dos personagens e objetos da história, tem a ver com um desejo ou experiência de Alice. O buraco pelo qual ela entra no País das Maravilhas, é, na verdade, uma janela de seu quarto, onde ficou presa durante toda a vida, pela qual ela desejava sair e conhecer o mundo à sua volta. O coelho branco, para ela, representava o tempo. Aquele tempo que ela desejava que passasse logo, para que um dia ela pudesse sair daquele lugar. O tempo que ela via passar tão rápido, porém tão lento... O Chapeleiro Maluco, era outro interno, seu melhor amigo. Alguém que deixava sua vida no hospital menos amargurada, com quem criava várias teorias de como seria a vida lá fora. O rapaz, em realidade, sofria de Síndrome Bipolar, por isso a personalidade do Chapeleiro na história, o mostrava ora alegre, ora depressivo, ora calmo, ora irritado. A Lebre, companheira do Chapeleiro, era a menina que dividia o quarto com ele. Ela sofria de depressão profunda, e todas as vezes que Alice teve contato com ela, encontrou-a num estado de terror e paranoia.
O gato de Cheshire: um dos enfermeiros, em quem Alice confiou, mas acabou por enganá-la e violenta-la. O sorriso do gato, aquele que é tão marcado, era na verdade o sorriso obscuro que seu agressor abria, cada vez que lhe abusava, e a deixava jogada em um canto de sua acomodação, derrotada, triste e ofuscada. A Rainha de Copas: a diretora do sanatório. Uma mulher má e desprezível, que não sentia sequer um pingo de compaixão para com os enfermos que estavam sob seus cuidados. Era a favor da terapia de choque e da lobotomia, e por diversas vezes ordenava que os funcionários espancassem, sedassem e prendessem em jaulas os enfermos que apresentavam comportamento que não lhe agradavam. A Rainha Branca: sua mãe, uma mulher nobre e terna, que sofreu na pele o preconceito de ter uma filha doente, tendo que abandonar a menina em um sanatório, e nunca mais voltar a vê-la. As vagas lembranças que Alice possuía, era de momentos com sua mãe, e o motivo dela pensar que o mundo fora dos muros do hospital era um lugar melhor, era saber que a mãe estava lá, em algum lugar, para lhe cuidar.
Os Naipes: enfermeiros do hospital, apenas seguindo ordens o dia inteiro. A Lagarta Azul: sua terapeuta, aquela que lhe dava as respostas, que lhe explicava o que acontecia e com quem ela conversava. Tweedledum e Tweedledee: gêmeos siameses órfãos, que também estavam no hospital. Embora não possuíssem nenhum problema mental que justificasse sua internação, a aparência que tinham era assustadora, por isso foram reclusos. O Rei de Copas: o médico psiquiatra do hospital. Alguém com complexo de inferioridade, que era incapaz de se opor às ordens da diretora. Os frascos “Coma-me” e “Beba-me”: as drogas que lhe davam. Por serem extremamente fortes, por várias vezes Alice tinha sensações diferentes e alucinações, bem como se tivesse encolhido ou aumentado de tamanho. Tudo isso foi criado pela menina como se fosse um mundo paralelo. Uma realidade menos dolorosa daquela em que vivia. Ela já não podia suportar aquele local e tudo o que acontecia com ela ali dentro, então resolveu usar de sua imaginação infantil para amenizar a dor e o sofrimento. A irmã mais velha de Alice, é na verdade uma enfermeira do hospital, a quem a pequena era muito apegada. A enfermeira tinha um diário e nele anotava todas as histórias que Alice criava em sua mente. Todos os dias a enfermeira ia até o quarto da menina e ouvia seus desabafos e as aventuras que criava em sua mente. Sem deixar de anotar uma palavra sequer. Infelizmente, Alice executa uma tentativa de fuga. Ela não obtém sucesso, e acaba detida pelos funcionários. A diretora furiosa, manda que espanquem a garota e apliquem a terapia de eletrochoque, para que nunca mais volte a se repetir. Após o castigo, Alice torna-se agressiva e violenta, ao ponto da diretora decidir que a única saída para ela, seria a lobotomia.
O que vocês acharam? Eu achei a historia um pouco tanto louca :o
Até mais!

15 comentários:

  1. Eu conheço essa história, na verdade isso é uma CreepPasta "O que é isso Káah?" Bom, isso é uma história criada pelos fãns de Alice, já jogou Alice Madness Returns? Se não jogou, jogue, é um dos melhores jogos -q Mas nessa história do jogo mostra quase isso, só que na verdade a história da Alice não é essa, ela não sofreu isso pelo que me parece. O autor de Alice criou essa história pois era apaixonado por uma menina com esse nome, a menina tinha 9 anos, ele a estuprou (acho) e é isso, pelo que me parece, mas não sei ao certo. Essa história que você contou é do jogo, a única coisa diferente é que a Alice vai pro manicômio por que ela fica louca por terem tacado fogo na casa dela, não vou falar quem tacou pois estraga a história de quem quer jogar KKKKKKK
    Amei o post, sério, amo demais a história da Alice ♥
    Paradise♥Bunnies

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca joguei mais vou procurar saber mais sobre o jogo *33* Eu não conheço essa historia mais vou procurar por que fiquei muito interessada.
      Que bom que gostou Kaah <3
      Obrigada por comentar :3

      Excluir
  2. Que legal! Eu nem sabia disso! Eu adoro essa musica (amo demais Vocaloid, as musicas deles são incríveis:3, Gakupo e Kaito seus lindos, casem comigo? Tá bom, parei ¬¬ hauehaue')
    Eu vivo no Nyah! Fanfiction lendo fanfics baseadas em "Alice Human Sacrifice" rsrsrs, essa história é muito legal (e meio assustadora, mas quem não gosta de um suspense né? hauehaue')
    Interessante demais esse post, gostei muito!!
    ~Kiss

    Cat In My Coffee ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Kaito é meu <3 não roube ele de min T.T
      Muito legal mesmo, amo coisas macabras uashsauhasuh
      Que bom que gostou Pam- Chan.
      Obrigada por comentar :3

      Excluir
  3. Yoo, tudo bem querida?
    Eu gosto dessa música, nossa é incrível esse caso, néh! Acho que tu sabes que a música foi baseada em fatos reais, de um maníaco que matava os povos e deixava uma carta e tal...
    Nossa, depois dessa história, acho que nunca mais conseguirei assistir o filme com os mesmo olhos, eu achei simplesmente incrível, como tudo se encaixou, sabe? Nossa, velho é muito macabro... Contudo, adorei a postagem, para cer sincera faz tempo que eu não passo tanto tempo lendo uma postagem! Obrigada pela agradável leitura.

    ~Kissus Mon Ange <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou muito bem :3
      Sei sim, a historia é muito macabra é legal talvez eu publique ela aqui.
      kkkkk nunca gostei de alice mesmo é uma historia muito estranha :o.
      Que bom que gostou do post Gaby!
      Obrigada por comentar.

      Excluir
  4. Achei bem legal a historia, gostei do blog :3
    Xau

    ResponderExcluir
  5. Ei Jujuba,
    Já conhecia está história, e acho que ela é uma das verdades mais conhecidas ashuas'
    Alice H. S. é vicio u.u Faz uma semana inteirinha que está música não sai da minha cabeça <( ̄︶ ̄)/
    (~ ̄▽ ̄)~ Ate mina,

    Beijos da Leeh~
    Ichigo Mochi

    ResponderExcluir
  6. Yoo! ^-^ Que o blog cresça cada vez mais, sim? *w* Alice Human Sacrifice <3 Kaito e sua voz seduzente e3e
    Já conhecia a creepy pasta do minilua.com e é uma das melhores que eu já li. Por causa dessa história, na época, procurei saber o que era lobotomia e só digo uma coisa: nunca procure por algo que você não quer ver O.O
    Muito bom o post, nunca canso dessa história, nem dessa música... Enfim, adoro Alice in Wonderland >3<

    PS: Afiliação aceita! Já te coloquei na elite ♥

    Kissus ♥ || Empire Kawaii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim :3 Kaito gostoso <3 *me possua* uahuashau'
      Foi de lá mesmo que conheço essa historia e esqueci de creditar :o uahushusa' mds vou procurar o que é lobotomia falar "não procure" pra min e a mesma coisa de falar procure por favor <3 asuhausahus'
      Já vou te colocar.

      Excluir
    2. GEEEENTE NÃO PROCUREM O QUE É LOBOTOMIA *33* POR FAVOR ASUHUASHASUHSUA SAHUSAHUASHUASHUASHUASHUASHUSAHUA'

      Excluir

Hello! Seja bem vindo (a) a área de comentário do blog :3
Deixe o link do teu blog ao final do comentário <3 Use esse emotions fofos ><
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †